Hoje estou assim...

Par spyvia | Le 06 oct 2006 à 10:14 | Général | (Lu 277 fois)

 

Amizade...

Par spyvia | Le 06 oct 2006 à 09:42 | Général | (Lu 341 fois)

amizade.5

Dois homens, ambos gravemente doentes, estavam no mesmo quarto de hospital. Um deles podia sentar-se na sua cama durante uma hora, todas as tardes, para que os fluidos circulassem nos seus pulmões.

A sua cama estava junto da única janela do quarto.

O outro homem tinha de ficar sempre deitado de costas.

Os homens conversavam horas a fio. Falavam das suas mulheres, famílias, das suas casas, dos seus empregos, dos seus aeromodelos, onde tinham passado as férias... E todas as tardes, quando o homem da cama perto da janela se sentava, passava o tempo a descrever ao seu companheiro de quarto todas as coisas que conseguia ver do lado de fora da janela.

O homem da cama do lado começou a viver à espera desses períodos de uma hora, em que o seu mundo era alargado e animado por toda a actividade e cor do mundo do lado de fora da janela.

A janela dava para um parque com um lindo lago. Patos e cisnes, chapinhavam na água enquanto as crianças brincavam com os seus barquinhos. Jovens namorados caminhavam de braços dados por entre as flores de todas as cores do arco-íris. Árvores velhas e enormes acariciavam a paisagem e uma ténue vista da silhueta da cidade podia ser vislumbrada no horizonte.

Enquanto o homem da cama perto da janela descrevia isto tudo com extraordinário pormenor, o homem no outro lado do quarto fechava os seus olhos e imaginava as pitorescas cenas.

Um dia, o homem perto da janela descreveu um desfile que ia a passar: Embora o outro homem não conseguisse ouvir a banda, conseguia vê-la e ouvi-la na sua mente, enquanto o outro senhor a retratava através de palavras bastante descritivas.

Dias e semanas passaram. Uma manhã, a enfermeira chegou ao quarto trazendo água para os seus banhos, e encontrou o corpo sem vida o homem perto da janela, que tinha falecido calmamente enquanto dormia. Ela ficou muito triste e chamou os funcionários do hospital para que levassem o corpo. Logo que lhe pareceu apropriado, o outro homem perguntou se podia ser colocado na cama perto da janela. A enfermeira disse logo que sim e fez a troca.

Depois de se certificar de que o homem estava bem instalado, a enfermeira deixou o quarto.

Lentamente, e cheio de dores, o homem ergueu-se, apoiado no cotovelo, para contemplar o mundo lá fora. Fez um grande esforço e lentamente olhou para o lado de fora da janela que dava, afinal, para uma parede de tijolo!

O homem perguntou à enfermeira o que teria feito com que o seu falecido companheiro de quarto lhe tivesse descrito coisas tão maravilhosas do lado de fora da janela.

A enfermeira respondeu que o homem era cego e nem sequer conseguia ver a parede. Talvez quisesse apenas dar-lhe coragem...

Moral da História:

Há uma felicidade tremenda em fazer os outros felizes, apesar dos nossos próprios problemas.

A dor partilhada é metade da tristeza, mas a felicidade, quando partilhada, é dobrada.

Se te queres sentir rico, conta todas as coisas que tens que o dinheiro não pode comprar.

 

Comunicado Oficial

Par spyvia | Le 06 oct 2006 à 09:18 | Général | (Lu 264 fois)
Sendo esta a primeira vez que escrevo para o vasto público de 3 (três) pessoas que regularmente visitam o BLOG do Spy, peço desculpa por qualquer coisinha. Há várias coisas na nossa existência que me chateiam (aborrecem; para os leigos), e uma delas é a eterna questão com que nos deparamos todos os dias, seja ao virar de uma esquina, seja ao comprar um jornal, seja ao pedir um café (que esperamos não vir queimado, sim, porque estes gajos da hotelaria cada vez são mais profissionais... not), seja ao desenrolar o papel higiénico, ou seja, em qualquer momento do nosso quotidiano (que é a pessoa que detém quotas do diano). Como?!? Como?!? Como é que as galinhas conseguem pôr os ovos dentro das cascas fechadas?????? O ser humano pergunta-se, desde que aquele bacano do Darwin (mais conhecido lá na rua por Carlinhos Tá de Costas) inventou aquela cena toda do evolucionismo. Ora bem, ao fim de muitos anos de pesquisa e, depois de ter comido muitas ovoletes (porque aquilo é feito com ovos, e não com omos) de truta salmonada, eu descobri... EU!! descobri quem é que nasceu primeiro; se a galinha, se o ovo. Pois bem... foi o agricultor! E perguntam vocês os três: O agricultor?!? Sim... o agricultor. Vamos por partes; 1º- quem é que pôe os ovos? As galinhas! 2º- porque é que as galinhas existem? Porque se não existissem não podíamos comer frango assado! 3º- de que é que as galinhas se alimentam? De milho (em inglês: corn flakes)! 4º- quem é que planta o milho? Pois é... o agricultor! Espero então que fiquem todos esclarecidos, e que não chateiem mais os professores de filosofia, de história e de biologia com essa pergunta do: ó stôr... quem é que nasceu primeiro? Vai na volta ele ainda vos diz que a teoria do evolucionismo tá toda errada e que os criacionistas é que têm razão, e que a prova de que Deus tinha sentido de humor é o ornitorrinco. Que por sinal é o animal que pôe os ovos de chocolate que, nós tão lambusadamente comemos na Páscoa. Ah!... vocês pensavam que eram os coelhos de Páscoa que os punham? Pois estão muito enganados!

 

Uma fotografia N° 2

Par spyvia | Le 06 oct 2006 à 09:02 | Général | (Lu 249 fois)

 

 Certezas?! Felizes daqueles que as têm! Por mim não dou nada como certo. A experiência diz-me que a previsibilidade é uma miragem. A norma é a surpresa, o imprevisto o quotidiano e os momentos maus superam de largo os bons. Felizes daqueles que se conseguem adaptar e compreender esta realidade!
 

 

I'm Alive!!!

Par spyvia | Le 05 oct 2006 à 13:16 | Général | (Lu 252 fois)

Ora aqui està um espaço totalmente desprovido de sentido, que não seja unicamente o de eu despejar a verborreia que me assola a mente.

Poucos Sites, poucos Blogs, poucos clicks na Web terão tão pouco a oferecer como este. E apenas mais um para leitores como vocês estarem entretidos em vez de estarem a trabalhar ou a levar o cão à rua pra fazer armadilhas de calçada.

Como declaração de intenções, declaro apenas ser desprovido de intencões sejam de que especie forem. O unico guia para este Blog é o que me aparece instantaneamente cerebro abaixo em direcção à ponta dos dedos. Não se preocupem tamben em apontar-me nas vossas mentes inquisidoras, alguns erros ortogràficos que proliferem. Ou são de proposito ou então não merecem ser mencionados, como produto inacabado do meu semi-analfabetismo. Como individuo SOFTCORE que sou, vou evitar asneiradas e outros despropositos ou isto passaria a chamar-se a Taberna do The SPY em vez do titulo que tem, que como estou a iniciar o Blog agora e não percebo puto disto, ainda não sei muito bem qual é, porque quer um gajo escolher um nome para estas coisas e nem se dà conta que jà existem 3 bilhões de gajos que jà se adiantaram e pensaram em todos os nomes possiveis e imaginàrios.

Safardanas com muito tempo para matar é o que eles são.

Embora eu và utilizar isto como escape para a verborreia, o disparate e o diz que disse, não é intenção deste Blog ser animado, humoristico ou qualquer outra coisa que as pessoas pensem que é par as fazer felizes. A intenção é apenas ganhar notoriedade ràpidamente, que permite em tempo reccorde eu organizar um apanhado à base de copy/paste e fazer um livro que vocês proprios comprarão, e digo comprarão e não copiarão de um PDF manhoso qualquer, de modo a que eu fique rico facilmente e sem fazer nenhum a não ser sujar a ponta dos dedos (e não são tdos) no teclado imundo que eu uso. E possivel que compre um teclado novo com o vosso dinheiro bem empregue na compra do livro, mas o mais certo é que não.

Agora vou ver que aspecto é que isto tem publicado no Blog.

Um abraço

The SPY.

 

 

 

Uma fotografia N° 1

Par spyvia | Le 05 oct 2006 à 09:53 | Général | (Lu 302 fois)
Não pude deixar de sorrir ao saltar-me aos olhos esta fotografia. Bons tempos em que ali em baixo na rua jogava à estrancela com amigos e amigas. Eramos um grupo formidável em que apenas a amizade contava na alegria que devotavamos uns aos outros! Já lá vão uns anitos.

 

Gatuno EX MACHINA!

Par spyvia | Le 04 oct 2006 à 16:31 | Général | (Lu 568 fois)
porque é que as máquinas de chocolates nos ficam sempre com o dinheiro? porque é que isso só acontece quando há pessoas a ver? ou porque é que isto só me acontece a mim? eu não peço muito, apenas peço que caso a #$"%(é puta em linguagem isto parece uma valente asneirola mas não, são apenas uns simbolos esquisitos) da máquina(provavelmente vocês iam perceber que aquilo queria dizer puta mas eu sou um desmancha prazeres)(de qué que eu estava a falar, ah máquinas!) me fique com o dinheirinho que eu tive tanto trabalho para chular o meu patrão, me deixe abater esse prejuizo através de poderosos golpes de karaté dados no couro metálico da referida puta(perdão #$"%) mas naaãooo, tinha de haver uma qualquer parvinha sentada nas escadas da sala a a olhar para mim de uma maneira estremamente obcecada, sim é em alturas como estas que eu preferia não ser tão estupidamente bonito e não ter um rabo tão estupidamente séqse(é sexy mas sem abrir muito a boca). e eu fico constrangido pois claro e não posso então exprimir a minha raiva. acho que o minimo a fazer numa situação destas é dar - preencher com a quantia roubada - de porrada à maquina e dizer:

- ah, estamos quites. até amanhã.

a sério, já imaginaram as mais valias terapeuticas!! isso sim era aliviar o stress. alem disso era justo, era uma transacção válida, afinal de contas eu tinha pago por ela.

 

Uma primeira e........

Par spyvia | Le 04 oct 2006 à 10:26 | Général | (Lu 299 fois)
Agarrei no pacote de mini Oreos que tinha debaixo do meu computador e sentei-me...tentava agarrar algo que me desse um pequeno clike na cabeça...antes de escrever este post tive meia hora com a mão debaixo do cu...estava a fazer um "sound check"...não que vá "dar um concerto"...mas para ter a certeza que o falhado "cientista" me tinha dado boas informações quanto á sua descoberta!

Há muito tempo que não escrevia numa terça-feira, como todos vos sabeis(adoro)...eu tenho andado muito ocupado nestes fins de semana...a razão...essa és tu!

Tenho andado longe...com a cabeça noutro sitio...não tive muito tempo porque tenho mesmo muita coisa para fazer....nem é falta de inspiração...porque tenho o telemóvel cheio de posts para escrever...é mesmo falta de tempo....e o tempo é daquelas coisas que não conseguimos parar...

Gostava de ser engraçado nestes temas...mas quando se fala a sério...se metemos uma gracinha...muita gente não compreende...é como gozar com o senhor que tropeçou no cócó do cãozinho...ele caíu, provelmente partiu a espinha, esta no chão a gritar de dores...e não vamos desatar a rir porque tem a camisa cheia de cócó...vamos é meter uma postura séria e ajudar o senhor...algo como "não lhe toquem porque pode ter algo partido"....até parece que alguem ia pegar nele...

Vou tentar escrever mais vezes...e todos os dias...mas confesso que se torna dificil...porque eu até gosto de dormir...nem gosto...mas gosto de estar deitado...nem é deitado...gosto de estar na cama...o máximo de tempo possível....voces sabem do que estou a falar...Wink

 
(Lire la suite de l’article)

 

«Article précédent  1 2 3 4 5 6